Deus decretou na eternidade a futura justificação dos eleitos

Deus decretou na eternidade a futura justificação dos eleitos. Os eleitos, depois de nascerem de novo, se arrependeriam dos seus pecados e teriam fé em Jesus, então seriam justificados pela fé em Jesus e no seu sacrifício substitutivo definitivamente. Portanto, a justificação é condicionada à fé vinda do Espírito Santo após o novo nascimento dos eleitos.

>> Você pode comprar esse livro através do nosso site (pala AMAZON.COM)  para nos ajudar a manter esse ministério. 





“E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.” (Romanos 8.30)